News

Dia da Marinha Brasileira: o Aço em navios

Novidades 11.06.2019

No dia 11 de junho de 1865 iniciou-se durante a Guerra do Paraguai, a Batalha Naval do Riachuelo, na qual o país enfrentou o Brasil e foi derrotado. A vitória da Marinha Brasileira no conflito foi um fator determinante para o avanço dos aliados sobre o território inimigo, contribuindo para a derrota do Paraguai na guerra. Assim, o combate tornou-se um marco histórico que fez com que os homens brasileiros que lutaram na Batalha fossem lembrados. 

O aço está presente na constituição dos navios, embarcações fundamentais para a Marinha Brasileira, as Forças Armadas que mantém a política de segurança nacional, defende a pátria e protege as fronteiras marítimas brasileiras.

A produção de todos os aços utilizados para fins de construção naval é iniciada com a fundição do minério de ferro composto por um percentual de 92 a 97 de ferro, além de carbono, silício, manganês, enxofre e fósforo.

Normalmente, na construção do casco de navios é utilizado o aço carbono, e aços de maior resistência são usados para permitir reduções na espessura de convés e fundo do casco. Além disso, como uma alterativa para se reduzir o peso em embarcações, é comum substituir as placas planas de aço convencional por painéis de chapas de aço com núcleo de recheio leve.

 

 

 

Fontes: Site Ministério da Defesa – Marinha do Brasil e Arquivo “Processo de Construção Naval: Aço na Construção de Navios”

#SomosDoAço #SomosGrupoAçotubo #marinhabrasileira #navios #acotubo